Buscar
  • Mobili

Por que você deve contratar um arquiteto para o projeto do seu escritório corporativo?



Várias pesquisas comprovam que estar em um ambiente de trabalho confortável, adequado e ergonômico aumenta muito a produtividade no trabalho. Uma empresa séria, que deseja crescer, não pode se dar ao luxo de deixar de investir no planejamento de seu ambiente corporativo. E é ai que entra o arquiteto.


Esse profissional não só lhe trará segurança e economia de tempo (permitindo a você que se concentre em outros assuntos mais importantes sobre a sua empresa), como vai buscar montar o ambiente ideal que seja confortável, bonito e ainda seja capaz de aumentar o bem-estar e a qualidade de trabalho da sua equipe.


Qual o papel do arquiteto no projeto?


Diferente de um designer de interiores e de um decorador, o arquiteto é o único que pode fazer alterações nas estruturas dos ambientes, como a retirada de paredes e a construção de novas, por exemplo.


Arquitetos são os únicos profissionais que possuem formação que os permita projetar casas, edifícios e apartamentos, desenhando seus conceitos através de ricas pesquisas que acompanham a evolução da arquitetura no decorrer das décadas.

Um arquiteto possui uma gama de conhecimentos que podem ser muito úteis na elaboração de um projeto eficaz do seu escritório corporativo. Entre esses conhecimentos, seguem alguns abaixo que você precisa conhecer.


Proporção dos ambientes


É muito comum ouvir pessoas que trabalham em escritórios dizendo que seus locais de trabalho são apertados, ou que dão a sensação de serem muito pequenos. Realmente a realidade do mercado imobiliário é de uma diminuição dos espaços, visto que cada vez mais existem menos terrenos em bairros bem localizados. Mas o problema não é só esse.


A palavra-chave neste caso é proporção. Saber adequar o tamanho das salas e estações de trabalho dentro de um ambiente corporativo é algo fundamental e a regra é válida tanto para quem tem pouco ou muito espaço de sobra.


Para conseguir uma boa proporção dos ambientes, o mais correto é recorrer a um profissional como o arquiteto, que se preocupará com a necessidade de uso do espaço e com o fluxo de circulação de pessoas e, a partir daí, irá adequar cada setor do ambiente corporativo a um determinado tamanho que seja eficaz a todos da empresa.


Disposição “geográfica” dos setores


Ninguém melhor do que um arquiteto, que possui amplo conhecimento sobre todo o processo de elaboração de ambientes, para te ajudar a escolher o local certo em que cada setor do seu escritório deve ficar.


Porque não só é importante pensar na proporção dos ambientes, como também na disposição geográfica dos setores dentro do seu escritório corporativo.


Um arquiteto buscará adequar os espaços para os empregados e também reservar lugares ideais para a guarda de arquivos, além de ajudar a escolher a melhor localização para as salas de reuniões e outros ambientes necessários à empresa.


Um dos itens mais importantes que é avaliado pelos arquitetos nessa etapa de escolha da disposição dos setores é a posição do sol. Há determinadas áreas de um escritório corporativo onde a incidência solar é mais intensa, o que pode prejudicar a produtividade dos funcionários, causando mal-estar aos mesmos.


Definições técnicas


Um arquiteto possui amplo conhecimento sobre várias definições técnicas ligadas à construção civil e atua sempre respeitando as normas e legislações técnicas brasileiras referentes ao conforto acústico e térmico dentro de um ambiente.


Arquitetos sabem como incluir uma iluminação adequada (com pontos de luz estratégicos) e espaço suficiente para a ventilação de ar dentro do recinto. Ou seja, questões relacionadas ao espaço físico de uma empresa podem ganhar bastante com um projeto que conte com a ajuda desse profissional.


O arquiteto, uma vez atuando no projeto de ambientes corporativos, auxilia a empresa a melhorar e a crescer junto com a equipe, pois o mesmo indicará a posição certa de mobiliários e estações de trabalho — tudo isso pensando no rendimento da empresa.


Seleção coerente do mobiliário


O arquiteto também torna-se muito importante para uma seleção coerente do mobiliário. Esta é, inclusive, uma vantagem ainda mais aparente quando o assunto é a reforma de ambientes. Um arquiteto tem experiência em buscar o melhor aproveitamento do espaço disponível.


Para a seleção coerente do mobiliário, é preciso considerar vários fatores, como a quantidade de empregados, as atividades exercidas pelos mesmos, a comunicação entre eles e o tipo de estação de trabalho que será utilizada.


Arquitetos orientam que sejam valorizados os espaços compartilhados, que oferecem uma maior comodidade aos funcionários. Móveis ergonômicos, como os que a Mobili oferece, também podem influenciar diretamente na produtividade dos colaboradores.


Planejamento e escolha do mobiliário


Independentemente da escolha de contratar ou não um arquiteto, é importante que você também tenha um pouco de conhecimento sobre o planejamento e escolha do mobiliário certo. Afinal de contas, a disposição dos ambientes está intrinsecamente ligada ao mobiliário corporativo que será escolhido para a composição dos recintos.

Na hora de realizar o planejamento e escolha do mobiliário, há dois itens que não podem ser esquecidos: a função e a usabilidade dos móveis.


Função dos móveis


Ainda no início do projeto, algo que deve ser pensando na escolha do mobiliário para o seu escritório corporativo é a função dos móveis. Não é interessante comprar uma cadeira só porque parece bonita ou elegante para um ambiente de negócios.


Cada móvel que for escolhido deve ser capaz de assumir uma função específica dentro do ambiente corporativo, e é muito importante que o mobiliário seja capaz de agregar valor e ergonomia ao espaço.


Salas individuais exigem uma mesa para escritório e cadeira por cômodo, enquanto que salas coletivas pedem por móveis corporativos compartilhados, com baias ou bancadas em U.


Portanto, antes de comprar os móveis para o seu escritório corporativo, é preciso detalhar exatamente a finalidade de cada ambiente e, só a partir daí, pensar no mobiliário a fim de aproveitar o espaço disponível da melhor forma.


Usabilidade dos móveis


A usabilidade dos móveis também é outro fator que precisa ser pensado para garantir tanto um bom uso quanto uma circulação confortável de todos pelo seu escritório corporativo.


É por isso que, para um maior aproveitamento do mobiliário, é importante apostar em móveis multifuncionais, como os que a Mobili oferece, que poderão ser usados em vários setores da sua empresa.


Diagnóstico de cena laboral: importância e benefícios


Uma opção que pode complementar muito o serviço do arquiteto é o diagnóstico de cena laboral. A análise do ambiente corporativo feita pelo diagnóstico permite avaliar o espaço de trabalho e, assim, atuar objetivando a projeção de um escritório mais confortável e funcional.


Um diagnóstico de cena laboral também permite descobrir o que está dando certo e o que está dando errado dentro de um ambiente de negócios. E, com essa informação, é possível saber em quais áreas é melhor investir para melhorar a interação e a comunicação entre os funcionários e, ainda, estimular a assertividade e a criatividade entre os mesmos.


Por isso que, ao montar um escritório corporativo, é importante a contratação de empresas especializadas como a Mobili, que possuam consultores experientes para a realização do diagnóstico de cena laboral.

0 visualização

© MOBILI | VALORIZAMOS ESCRITÓRIOS

CONTATO

Construir o seu escritório é um grande marco, por si só. O que guia nossas ações é poder te conquistar com a nossa sensibilidade e com alto padrão dos nossos móveis.

Edf. Empresarial Manoel Dias 
Av. Manoel Dias da Silva, 486, loja B. 

Pituba, Salvador - BA. CEP 41.830-001

(71) 3014-0141

contato@mobiliescritorios.com.br

AGENDE UMA VISITA

  • Instagram
  • Facebook
  • Ícone cinza LinkedIn